Balé/DançaCríticaLateralRio de Janeiro

CorpA?o aos 40 anos

 

Grupo Corpo apresenta no Rio de Janeiro, atA� 19 de setembro, dois espetA?culos de seu repertA?rio: cheap pilex cream DanA�a SinfA?nicaA�e Lecuona.

 

A� comum, com a chegada dos 40 anos, que o corpo comece a apresentar sinais da passagem do tempo. Nasce uma ruga aqui, cresce uma barriguinha ali; jA? nA?o se tem a mesma agilidade de outrora, a vista A�s vezes falha… Nada disso, contudo, parece atingir um dos quarentA�es mais destacados do paA�s: a companhia mineira de danA�a contemporA?nea Grupo Corpo.

Com direA�A?o artA�stica de Paulo Pederneiras e coreografias de Buy Rodrigo Pederneiras, o Corpo foi fundado em 1975, em Belo Horizonte, e estreou no ano seguinte sua primeira criaA�A?o, Maria Maria. Com mA?sica original de Milton Nascimento, roteiro de Fernando Brant e coreografia do argentino Oscar Araiz, o balA� ficou seis anos em cartaz e percorreu 14 paA�ses.

Com o sucesso vieram a sede prA?pria, o respeito da crA�tica, o carinho do pA?blico e o inA�cio da construA�A?o de uma identidade artA�stica prA?pria. Hoje, com 35 coreografias e mais de 2 mil rA�citas na bagagem, a companhia mantA�m dez balA�s em repertA?rio (dos 17 que jA? apresentou) e faz uma mA�dia de 70 rA�citas anuais a�� entre as quais estA?o as que ocupam o palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro de 15 a 19 de setembro.

Os espetA?culos escolhidos para esta temporada sA?o DanA�a SinfA?nica, coreografia criada em 2015 para a celebraA�A?o das quatro dA�cadas de atividade, e Lecuona, sA�rie de Buy pas-de-deux sobre canA�A�es do compositor cubano Ernesto Lecuona.

Cena de "DanA�a SinfA?nica"
Cena de “DanA�a SinfA?nica”

 

Arca de memA?rias

No princA�pio, era o caos: jogadas em um tabuleiro, em aparente desarranjo, as peA�as vA?o, aos poucos, organizando-se em impecA?vel simetria. DanA�a SinfA?nica http://kartepehaliyikama.net/purchase-emsam-patient/ , obra construA�da sobre as memA?rias da trajetA?ria dos irmA?os Pederneiras, A� uma arca de referA?ncias, amalgamadas pela forte identidade artA�stica do Corpo.

A comeA�ar pela belA�ssima mA?sica composta pelo compositor, arranjador, construtor de instrumentos e violoncelista mineiro pfizer viagra discount card Marco AntA?nio GuimarA?es a�� fundador do Grupo Uakti, que deu vida A� partitura ao lado da Orquestra FilarmA?nica de Minas Gerais, sob regA?ncia de FA?bio Mechetti. “Os compassos sA?o diferentes uns dos outros, A� muito Stravinsky. E hA? toda essa visA?o que tenho da mA?sica, associada A� linguagem sinfA?nica, com timbres nunca usados com orquestra”, declarou o compositor ao jornal O Globo (5/9/2014). AlA�m de passagens musicais evocativas de balA�s que marcaram a histA?ria da companhia, a composiA�A?o ecoa outras brasilidades: Johann Sebastian Bach e o barroco de Minas Gerais, o ritmo e o lirismo de Heitor Villa-Lobos, a malA�cia de Ernesto Nazareth, e a alegria o suingue de nossas tradiA�A�es musicais.

Sobre as notas, flutua o impecA?vel corpo de bailarinos. Homens e mulheres com rijos corpos de borracha executam a arrojada e malemolente coreografia de Rodrigo Pederneiras: pA?ndulos ariscos em movimentos improvA?veis e surpreendentes. Com dose extra de ginga nos quadris, saltos impossA�veis, molas nos joelhos e asas nos pA�s, os bailarinos se entregam aos passos com a precisA?o de um relA?gio e vA?o alA�m: realizam sempre mais de um movimento ao mesmo tempo e estA?o sempre preparando o passo seguinte. A� a irrefreA?vel A?nsia de danA�ar e fazer a arte tomar conta de tudo.

“O Grupo Corpo nA?o tem nome de ninguA�m: A� como grupo que conseguimos ter uma identidade”, afirma o diretor artA�stico. De fato, todos os bailarinos danA�am com irrepreensA�vel precisA?o de movimentos, cheios de graA�a e forA�a e susto e flor. Parece que cada componente da companhia pode danA�ar aqueles passos e, no entanto, cada um/a o faz de maneira A?nica e insubstituA�vel.

Em meio aos homens de malhas pretas e A�s mulheres de sA?brios collants carmim a�� criaA�A�es da figurinista Freusa Zechmeister a��, destacam-se Silvia Gaspar e EdmA?rcio Junior. Nos braA�os dele, ela a�� a A?nica em um collant cor da pele a�� A� lanA�ada ao ar em uma coreografia de tirar o fA?lego, um incrA�vel pas-de-deux ovacionado em cena aberta no Municipal na noite de 15 de setembro.

Silvia Gaspar e EdmA?rcio Junior em "DanA�a SinfA?nica"
Silvia Gaspar e EdmA?rcio Junior em “DanA�a SinfA?nica”

 

As diferentes cenas de DanA�a SinfA?nica sA?o marcadas por suaves transiA�A�es na bela luz de Gabriel Pederneiras e Paulo Pederneiras a�� este tambA�m responsA?vel pelo cenA?rio, composto, ao fundo, por um painel de 8 m x 16 m, no qual se vislumbram mais de mil registros fotogrA?ficos informais da companhia a�� imagens sem saudosismo de tantos talentosos artistas e tA�cnicos que, nesses 40 anos, contribuA�ram para que o Grupo Corpo pudesse continuar dizendo tantas belezas sem abrir a boca.

 

Pills Baila comigo

Capaz de transitar com facilidade entre o erudito e o popular, e dotado de rara inspiraA�A?o melA?dica, o compositor Ernesto Lecuona (1895-1963) escreveu mais de 400 canA�A�es, gravadas por nomes como Elvis Presley, Bing Crosby, Dean Martin e Frank Sinatra, ganhando a alcunha de “Gershwin cubano”. Autor de 11 trilhas para Hollywood, foi indicado ao Oscar de melhor canA�A?o em 1942 pela mA?sica-tema do filme Always in my heart ( http://www.mediarelease.nl/overig/order-micronase-manufacturer/ Siempre em mi corazA?n), que fez grande sucesso tambA�m no Brasil, nas vozes de Orlando Silva e Nelson GonA�alves.

O clima que emana das canA�A�es de amor rasgado a�� paixA?o, ciA?mes, volA?pia, desprezo e coraA�A�es partidos a�� embala as 13 cenas (12 pas-de-deux e um conjunto) que compA�em o balA� Lecuona, obra coreografada em 2004 por Rodrigo Pederneiras. Os cerca de 40 minutos de espetA?culo sA?o um estudo investigativo sobre as vastas possibilidades do pas-de-deux, bebendo na fonte dos etilos de danA�a de salA?o de outrora a�� tango, valsa, bolero, rumba a�� para criar uma atmosfera dourada e nostA?lgica.

A mA?sica a�� do A?lbum Ernesto Lecuona… su piano, orquesta y… sus intA�rpretes a�� traz o prA?prio compositor ao piano, muitas cordas e as vozes impostadas de cantores de outros tempos, como Maria dos Angeles Santana, Zoraida Marrero, Tomasita NuA�ez, Sarita Escarpentier, Rosa Miro e H. F. Ramos. Uma preciosidade de arrancar suspiros.

Cena de "Lecuona"
Cena de “Lecuona”

 

Cada canA�A?o tem um casal como protagonista e cada qual tem sua cor a�� expressa nos figurinos de Freusa Zechmeister, com vestidos vaporosos de cores vibrantes e fartos decotes e saltos altos para elas, sapatos sociais de verniz e calA�as de cA?s em diversos tons de preto para eles; bem como nos cubos de luz monocromA?ticos, em tons quentes, criados por Paulo Pederneiras e Fernando Velloso para delimitar o espaA�o cA?nico. Em conjunto, luz e figurino harmonizam-se com enorme beleza plA?stica.

Os passos sA?o carregados de sensualidade e langor. Homens viris e mulheres apaixonadas digladiam-se em uma coreografia rebuscada, que traz movimentos dA?bios de embalo e repulsa, aproximaA�A?o e afastamento, desejo e indiferenA�a, amor e A?dio a�� como nas letras passionais e quase kitsch da trilha sonora. Afinal, “cartas de amor sA?o ridA�culas”, jA? dizia o poeta.

No fim, como apenas a melhor arte consegue fazer, um arrebatador toque de mA?gica, trazido por figurinos a�� vestidos brancos esvoaA�antes a�� e cenA?rio a�� paredes espelhadas que multiplicam os casais a�� hipnotiza ao som de uma bela valsa. Os bailarinos reverberam as iA?nicas figuras de Fred Astaire e Ginger Rogers nos clA?ssicos musicais da RKO, como O Picolino (Top Hat, 1935). Um irrecusA?vel convite A� danA�a, feito por um quarentA?o enxuto e com muitos e muitos anos de vida ainda pela frente.

Fotos: JosA� Luiz Pederneiras

 

 

SERVIA�O:

 

“DanA�a SinfA?nica” e “Lecuona”

Order Grupo Corpo

 

15 a 19 de setembro, quinta-feira a sA?bado e segunda-feira, A�s 20h; domingo, A�s 17h

Theatro Municipal do Rio de Janeiro (PraA�a Floriano, s/n, Centro a�� Rio de Janeiro. Tels.: 21 2332-9191 e 2332-9005)

 

Ingressos: R$ 720 (frisas e camarotes com seis lugares), R$ 120 (plateia e balcA?o nobre), R$ 90 (balcA?o superior) e R$ 60 (galeria), com meia-entrada para estudantes, pessoas com mais de 60 anos e pessoas com deficiA?ncia

 

Desconto de 50% na compra de atA� dois ingressos para empregados da Petrobras com crachA? e clientes do CartA?o Petrobras, mediante apresentaA�A?o do mesmo; e 10% para assinantes AATM e funcionA?rios pA?blicos estaduais

 

A� venda na bilheteria (das 10 A�s 18h e, em dias de espetA?culo, atA� o inA�cio do mesmo) ou pelo site Ingresso.com

 

Fabiano Gonçalves
Publicitário e roteirista (formado no Maurits Binger Film Institute - Amsterdã). Corroteirista do longa O Amor Está no Ar e de programas de TV (novela Chiquititas - 1998/2000). Redator na revista SuiGeneris, no site Escola24horas e no Departamento Nacional do Senac. Um dos fundadores do movimento.com, escreve também sobre televisão para o site teledossie.com.br. - E-mail: fabiano@movimento.com