LateralMúsica coralProgramaçãoRio Grande do Sul

Coro Sinfônico da OSPA alia clássico e popular

No dia 27 de outubro, domingo, às 17h, o Coro Sinfônico da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA) apresenta o segundo concerto na Casa da OSPA, sem a presença da orquestra. Manfredo Schmiedt, regente do grupo, conduz os coralistas na interpretação de um diversificado repertório, com participação de dezenas de solistas, incluindo Elisa Machado (professora de canto da OSPA), Gabriel L. Debastiani, Moisés Macedo e Michael Polchowicz.  A entrada é franca mediante a doação de 1 kg de alimento não perecível ou um agasalho.

 

Sobre o repertório

O Coro Sinfônico da OSPA, em parceria com os coros da Escola de Música da OSPA, realiza a segunda apresentação do ano com um vasto repertório, que abrange obras como ”Introdução, Dança e Canção de Vilja”, da opereta A Viúva Alegre, de Franz Lehár (1870-1948), até peças contemporâneas, como ”Bohemian Rhapsody” (Queen), de Freddy Mercury (1946- 1991), e ”Imagine” de John Lennon (1940-1980).

O concerto inicia com quatro obras, que são contempladas pelo Coro Jovem e Infantojuvenil sob a regência de Cosmas Grieneisen. Em seguida, o Coro Sinfônico dá sequência à apresentação. Os coros interpretam peças de Georges Bizet (1838-1875), Giuseppe Verdi (1813-1901) e Christopher Tin (1976-). As execuções são acompanhadas pelo pianista do Coro, Eduardo Knob, e pelos músicos Rui César Morselli e Tiago Dias (guitarra), André Nascimento (baixo), Marcelo Melo (bateria), Gabriel L. Debastiani (teclado), Elaine B. Nunes Fraga e Guilherme Farina (percussão).

 

Mais sobre Manfredo Schmiedt

É diretor artístico da Orquestra Sinfônica da Universidade de Caxias do Sul (OSUCS) e maestro do Coro Sinfônico da OSPA. Mestre em Regência pela Universidade da Geórgia (EUA) e graduado na mesma área pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), participou de cursos na Alemanha, Holanda, Argentina, Estados Unidos e Brasil. Em virtude do destacado currículo, recebeu as condecorações Pi Kappa Lambda Music Honor Society e Director’s Excellence Award. Atuou, durante quatro anos, como regente assistente do maestro Isaac Karabtchevsky na OSPA. Como convidado, esteve à frente de sinfônicas no mundo todo, entre elas, a Filarmônica de Belgrado e a Sinfônica da Radio e Televisão Sérvia; no Canadá, na Orquestra Sinfônica da University of British Columbia – Vancouver; nos Estados Unidos, na Albany Symphony Orchestra, Weber State Univeristy Orchestra e Northern Iowa Symphony Orchestra; e, no Brasil, na Petrobrás Sinfônica e Orquestra da USP.

 

Mais sobre Elisa Machado

Bacharel em música pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), iniciou os estudos de Canto com o professor Decápolis de Andrade, no Coro Sinfônico da OSPA. Consolidou-se na área com os cursos de trompete e de canto no Conservatório Pablo Komlós, atuando na preparação de coros paralelamente à carreira de cantora. Em 2014, foi premiada no 12º Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas, sendo, no mesmo ano, aprovada para trabalhar junto ao Coro Sinfônico da OSPA. Atualmente, tem se apresentado com as principais orquestras do Estado em concertos e montagens de ópera, além de coordenar um grupo vocal.

Mais sobre Eduardo Knob (Piano)

Pianista do Coro Sinfônica da OSPA, tem um currículo camerístico com passagens internacionais. É mestre em Música pela University of Houston, ministrando aulas de piano para alunos de graduação. Atualmente, é convidado recorrente de atividades artísticas e festivais no Brasil, tendo integrado o Festival Internacional SESC de música em Pelotas em duas ocasiões.  Premiado em dezenas concursos nacionais e internacionais de piano, destacou-se aos dez anos, com o primeiro lugar no VIII Concurso Nacional de Piano Magda Tagliaferro, evento em que foi condecorado como Melhor Intérprete de Bach. Destacou-se, ainda, no Concurso Claudio Arrau, no Chile, onde recebeu o prêmio de melhor intérprete de obra latino-americana.

A OSPA é uma das fundações vinculadas à Secretaria da Cultura do Governo do Rio Grande do Sul (Sedac/RS). Os concertos da temporada 2019 são patrocinados, via Lei Federal de Incentivo à Cultura (LIC), por Panvel, CMPC, Banrisul, Porto Alegre Airport e Grupo Zaffari. Apoio: Ipiranga, Dufrio, Audio Porto, Grupo Renner e Thyssenkrup. A realização é de OSPA, Fundação Cultural Pablo Komlós e Sedac.

 

PROGRAMA

Folclore Zulu
Siyahamba
Arranjo de Anders Nyberg

Miguel Wisnik e Luiz Tatit
Baião de 4 toques
Arranjo de Manoel Abreu

Miguel Wisnik e Luiz Tatit
Três Cantos dos Índíos Kraó
Arranjo de Marcos Leite

Eric Whitacre
The Seal Lullaby

Franz Lehár
Introdução, Dança e Canção de Vilja (da opereta A Viúva Alegre)
Solo: Elisa Machado

Georges Bizet
Marcha dos toureiros: Les voici, voici la quadrille (da ópera Carmen)

Giuseppe Verdi
Va, pensiero (da ópera Nabucco)

Freddy Mercury
Bohemian Rhapsody (Queen)
Arranjo de Filip Taylor

Claude-Michel Schönberg
Medley do Musical Os Miseráveis
Arranjo de Ed Lojevsky
Solos: Adolfo Silva do Amaral, Adriana Márcia Santos, Ânderson Vasconcelos, Gabriel L. Debastiani, Guilherme Farina, Ivana Munari, Jennifer Franco, Kariny Schoenfeldt, Larissa Lopes Ramos, Lucas Dornelles, Marcel Nascimento

John Lennon
Imagine
Arranjo de Christoph Küstner
Solo: Adolfo Silva

Christopher Tin
Baba Yetu (Civilization IV)
Solos: Moisés Macêdo e Jennifer Franco

David Paich e Jeff Porcaro
Africa (Toto)
Arranjo de Roger Emerson
Solo: Michael Polchowicz

 

 

SERVIÇO

 

Concerto do Coro Sinfônico da OSPA


Dia 27 de outubro, domingo, às 17h

Casa da OSPA (Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF) – Av. Borges de Medeiros, 1501 – Cidade Baixa – Porto Alegre)

Ingresso: Doação de um kg de alimento não perecível ou um agasalho

 

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.