Movimento

Concurso Maria Callas de forma remota

Este ano, por consequência da COVID-19, a Cia Ópera São Paulo, em comum acordo com a Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa de São Paulo, Amigos da Arte e Fundação Cultural de Jacareí – instituições que patrocinam e apoiam o evento, decidiu realizar a edição 2020 do Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas de forma remota neste mês de junho e confiantes que no mês de outubro os vencedores possam se apresentar ao público em São Paulo e Jacareí/SP.


Dois fatos merecem destaque

Primeiro, o empenho de 20 profissionais de vários países que imediatamente aceitaram o convite para integrar o corpo de jurados desta primeira iniciativa em nosso continente, ligada a ópera. Presidido pelo maestro brasileiro Luiz Fernando Malheiro, diretor artístico do Festival Amazonas de Ópera, somado a críticos, cantores de fama incontestável da cena lírica, diretores de revistas especializadas e agentes artísticos, o júri terá membros da Espanha, Itália, França, Inglaterra, Chile, Uruguai, Argentina, México e autoridades brasileiras como o compositor João Guilherme Ripper, presidente da Academia Brasileira de Música e diretor da Sala Cecilia Meireles no Rio de Janeiro.

E o segundo dado é que dos 125 inscritos para o Concurso presencial que aconteceria em abril, 93 candidatos aceitaram a mudança para esta versão remota. Ou seja, 75% de aceitação. Um dado que muito nos orgulha e enaltece ainda mais a seriedade do evento que é reconhecido e considerado internacionalmente, por autoridades e publicações especializadas, como o principal Concurso de Canto Lírico da América Latina.

Cantores do Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Venezuela e alguns latino-americanos que vivem na Alemanha, Estados Unidos e Inglaterra irão gravar em vídeo suas árias durante as duas fases, eliminatória e final. Os vídeos serão enviados para o júri avaliar e votar, além de serem publicados no Facebook para votação pública que terá um prêmio exclusivo.

Todas as categorias vocais serão premiadas este ano: sopranos, mezzos ou contraltos, tenores, barítonos, baixos ou baixo-barítonos, contratenores ou contraltistas, e o prêmio de público com votação aberta no Facebook, na página da Cia Ópera São Paulo: facebook.com/COSPOficial.

Para Paulo Abrão Esper, Diretor Geral e Artístico da Cia Ópera São Paulo e do Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas: “O momento que estamos vivendo nos faz refletir sobre o futuro do nosso projeto e mudanças significativas acontecem este ano e, claro,  já pensando na ampliação a partir de 2021. Focaremos em mais espetáculos, palestras, conferências e master classes aos nossos jovens cantores e público em geral.”

 

Datas e Etapas do Concurso

De 14 a 18 de junho de 2020 – Fase Eliminatória

Dia 14 de junho de 2020: Envio dos vídeos aprovados para os jurados assistirem e votarem. Publicação dos vídeos aprovados na página oficial da Cia Ópera São Paulo no Facebook para início da votação pública da fase Eliminatória.

Dia 18 de junho de 2020: Encerramento da votação no Facebook e Jurados.

Dia 19 de junho de 2020: Publicação dos Finalistas na página oficial da Cia Ópera São Paulo no Facebook.

 

De 24 a 26 de junho de 2020 – Fase Final

Dia 24 de junho de 2020: Envio dos vídeos aprovados para os jurados assistirem e votarem. Publicação dos vídeos aprovados na página oficial da Cia Ópera São Paulo no Facebook para início da votação pública da fase Final.

Dia 26 de junho de 2020: Encerramento da votação no Facebook e Jurados.

Dia 27 de junho de 2020: Publicação dos Vencedores na página oficial da Cia Ópera São Paulo no Facebook.

 

Jurados

Presidente

– Luiz Fernando Malheiro (Brasil): Diretor Artístico e Regente Titular da Orquestra Amazonas Filarmônica, Diretor Artístico do Festival Amazonas de Ópera (FAO)

Vogais

– João Guilherme Ripper (Brasil): Compositor, Maestro, Professor da Escola de Música da UFRJ, Presidente da Academia Brasileira de Música e Diretor da Sala Cecilia Meireles

– Sabino Lenoci (Itália): Criador e Editor Chefe da Revista L’Opera International Magazine (Milão), Crítico e Diretor de Concursos Internacionais de Canto

– Richard Martet (França): Redator Chefe da Revista Opera Magazine de Paris, Escritor e Crítico

-Fernando Sans (Espanha): Editor Chefe da Revista Ópera Actual de Barcelona e Crítico

– Adélia Issa (Brasil): Soprano com importante carreira nos teatros de ópera e na discografia brasileira

– João Luís Sampaio (Brasil): Editor executivo da Revista Concerto, jornalista e crítico musical

– Jorge Coli (Brasil): Professor, Crítico Musical e Libretista

– Verónica Vilarroel (Chile): Soprano com carreira nos principais teatros de ópera do mundo

– Silvia Gasset (Espanha) : Presidente da Fundação Jaume Aragall de Barcelona

– Maria Pia Piscitelli (Itália): Soprano com carreira nos principais teatros de ópera do mundo

– Carlos Rauscher (Brasil): Membro do Conselho Consultivo e do Comitê Artístico da Cultura Artística

-Robson Tirotti (Brasil): Presidente da Amigos Cia Ópera São Paulo

– José Velasco (Espanha) : Empresário Artístico e Assessor Artístico de teatros de ópera

– Carlos Aransay (México): Professor de Canto, Diretor Musical do Concurso Internacional de Trujillo (Peru) e do Coro Madrigal do Teatro Bellas Artes (Cidade do México).

– Robert Gilder (Inglaterra): Empresário Artístico, Robert Gilder & Company

– Fabiana Crepaldi (Brasil): Crítica de Ópera e membro do Conselho da Amigos Cia Ópera São Paulo

– Alejandro Chacón (Colômbia): Diretor Cênico e Assessor Artístico das temporadas líricas do Teatro Mayor Julio Mário Santo Domingo.

– Raquel Pierotti (Uruguai): Mezzo-soprano com carreira nos principais teatros do mundo e Coordenadora Acadêmica da Escola Nacional de Arte Lírica do SODRE .

– Mário Vivino (Argentina): Crítico Musical e de ópera, correspondente da Revista Ópera Actual

 

Premiação Oficial

Prêmio Melhor Soprano: R$ 2.000,00 (Dois mil reais)

Prêmio Melhor Mezzo-soprano ou Contralto: R$ 2.000,00 (Dois mil reais)

Prêmio Melhor Tenor: R$ 2.000,00 (Dois mil reais)

Prêmio Melhor Barítono: R$ 2.000,00 (Dois mil reais)

Prêmio Melhor Baixo ou Baixo-barítono: R$ 2.000,00 (Dois mil reais)

Prêmio Melhor Contratenor ou Contraltista: R$ 2.000,00 (Dois mil reais)

Prêmio “José Esper Netto” (in memoriam) – Melhor Cantor Escolhido pelo Público: R$ 1.000,00 (Um mil reais)

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.