ÓperaPernambucoProgramação

Carmen, de Bizet, em Recife

Ópera volta à cidade em superprodução.

 

Uma das óperas mais encenadas do repertório clássico mundial, Carmen, de Georges Bizet, volta aos palcos do Recife esta semana. Ela foi encenada em junho passado, em versão reduzida, mas agora vem em formato de superprodução. A realização é da Gárgula Produções, Academia de Ópera e Repertório da UFPE, e da Sinfonieta UFPE, e conta com o incentivo do Funcultura. As récitas ocorrem no Teatro de Santa Isabel de 30 de agosto a 2 de setembro, às 19h no domingo, às 18h).

Regida pelo maestro Wendell Ketlle, que também assina a direção cênica, a montagem mobiliza 140 pessoas entre produção, músicos, cantores e bailarinos. A direção cênica (também) e o figurino são de Marcondes Lima. Fazem parte do espetáculo os solistas da Academia de Ópera e Repertório da UFPE, Coro de Câmara do Conservatório Pernambucano de Música, Coro Infantil do Pibem, bailarinos da Academia Fátima Freitas e de flamenco da Sala Mourisca.

A obra, estreada em 1875 em Paris, conta – em quatro atos – a história de uma bela cigana (a mezzosoprano Jéssica Soares) que, com seu temperamento forte e indomável, conquista o cabo Don José (o tenor Ediel Rodrigues). Por ela, ele se amotina contra seus superiores e deserta, enlouquecendo quando ela volta suas atenções para o toureiro Escamillo (o barítono Rodrigo Cruz). Carmen foi inspirada no romance homônimo escrito por Prosper Mérimée.

 

 

SERVIÇO:

 

“Carmen”, ópera de G. Bizet

Wendell Ketlle, direção cênica e regência

 

30 e 31 de agosto, 1 de setembro, às 19h; e 2 de setembro, às 18h

Teatro Santa Isabel (Praça da República, 233, Santo Antônio – Recife. Tel.: 81 3355-3323)

 

Ingressos: R$ 40, com meia-entrada para estudantes e pessoas com mais de 60 anos

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.