Música antigaProgramaçãoRio de Janeiro

CanA�A�es para D. Manuel e D. SebastiA?o

Order Conjunto MA?sica Antiga da UFF grava DVD ao vivo com obras que falam de herA?is portugueses.

 

Nos dias 19 e 20 de setembro, dois herA?is lusitanos serA?o cantados pelo conjunto MA?sica Antiga da UFF: o glorioso rei de Portugal, D. Manuel, o Venturoso, da A�poca dos descobrimentos, e seu bisneto, D. SebastiA?o, morto na batalha de AlcA?cer Quibir, na A?frica, e transformado em lenda para portugueses e atA� brasileiros. MA?sicas do cancioneiro portuguA?s e do folclore maranhense ligadas A�s personalidades serA?o executadas pelo grupo para gravaA�A?o de DVD ao vivo. Intitulado O sonho do ImpA�rio e o ImpA�rio do sonho: D. Manuel e D. SebastiA?o, o rei e o mito, o concerto ocorre no Teatro da UFF, em NiterA?i, A�s 19h30.

No tempo dos descobrimentos, Portugal era o grande mercador da Europa e Lisboa era uma cidade cosmopolita, que atraA�a a atenA�A?o de todos pela sua imensa riqueza. D. Manuel I, rei de Portugal nessa A�poca e conhecido como O Venturoso, havia recebido, quando crianA�a, a esfera armilar, sA�mbolo da universalidade e, curiosamente, sendo o sexto na linha sucessA?ria, acabou sendo coroado, apA?s a morte de cinco parentes. Isso e o fato de a primeira tentativa vitoriosa de ultrapassar o Cabo da Boa EsperanA�a ter acontecido no seu reinado, foi visto como um sinal de uma predestinaA�A?o especial do rei portuguA?s.

Seu bisneto, D. SebastiA?o, o A?ltimo monarca da Dinastia de Avis, teve seu nascimento saudado, em 1554, como a esperanA�a de independA?ncia de Portugal. Mas, aos 24 anos, sem herdeiros ainda e sentindo-se predestinado resolve empreender uma guerra no Marrocos, a batalha de AlcA?cer Quibir, onde morreu em combate. Por falta de herdeiros, o trono portuguA?s terminou nas mA?os do rei espanhol Felipe II e Portugal perde sua independA?ncia. Os portugueses nunca aceitaram esse fato, o que fez surgir a lenda de que o rei estava ainda vivo mas encoberto, apenas esperando o momento certo para volver ao trono e afastar o domA�nio estrangeiro.

O messianismo polA�tico-religioso portuguA?s manteve-se vivo em Portugal e, no sA�culo 19, ele ressurge no Brasil, principalmente no nordeste do paA�s com destaque para os estados de Pernambuco e MaranhA?o, onde o movimento foi absorvido pela religiA?o popular do Tambor de Mina.

 

Buy can i get zoloft without a prescription Conjunto MA?sica Antiga da UFF

Recriar a sonoridade da Idade MA�dia e do Renascimento, sempre buscando entreter o espectador com o fascA�nio das mA?sicas e histA?rias presentes nesses ricos repertA?rios, resgatando e transmitindo nA?o apenas a mA?sica, mas a prA?pria visA?o de mundo dessas A�pocas. Esse A� o objetivo do conjunto MA?sica Antiga da UFF, que vem cumprindo, hA? 30 anos, o princA�pio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensA?o devidos A�s universidades a partir da constituiA�A?o de 1988 que entende a extensA?o como um processo formativo visando nA?o sA? A� formaA�A?o do aluno, mas tambA�m ao intercA?mbio com a sociedade.

Composto por Lenora Pinto Mendes, Leandro Mendes, http://rsmcduffiecpa.com/lisinopril-cost-canada/ MA?rcio Paes Selles, MA?rio Orlando e Virginia Van der Linden a�� todos mestres e doutores a��, o grupo continua pesquisando e descobrindo novas formas de levar ao conhecimento do pA?blico a cultura, a mentalidade e a mA?sica desenvolvidas na Europa Ocidental ao longo de seis sA�culos e que estA? na base da formaA�A?o cultural do Brasil. Dessa forma, seus integrantes integram laboratA?rios de pesquisa na UFF, onde realizam pesquisas que se materializam em publicaA�A�es, cursos e programas musicais levados regularmente ao pA?blico universitA?rio e A� sociedade em geral.

Ao longo de sua carreira, o grupo gravou sete CDs temA?ticos e um LP que jA? somam mais de 15 mil cA?pias: Lope de Vega a�� Poesias cantadas, CA?nticos de amor e louvor, MA?sica no tempo das Caravelas, Cheap A chantar a�� Trovadoras medievais, O canto da Sibila Purchase , Pills Medievo Nordeste e Carmina Burana; realizou mais de 500 concertos por todo o Brasil, trilhas sonoras, videoclipes, alA�m da organizaA�A?o de cursos e apresentaA�A�es em congressos, nacionais e internacionais na Universidade Federal Fluminense e em outras universidades do Brasil.

O conjunto se apresenta com regularidade em importantes salas de espetA?culo do Rio de Janeiro, como a Sala CecA�lia Meirelles e o Teatro Municipal de NiterA?i, e unidades do Sesc espalhadas por todo o Brasil. Participou tambA�m dos festivais de Paraty e Curitiba, festivais de inverno na regiA?o serrana do Rio de Janeiro e em Juiz de Fora, entre outros.

 

SERVIA�O:

 

“O sonho do ImpA�rio e o ImpA�rio do sonho: D. Manuel e D. SebastiA?o, o rei e o mito” online

Conjunto MA?sica Antiga da UFF

 

19 e 20 de setembro, segunda e terA�a-feira, A�s 19h30

Teatro da UFF (R. Miguel de Frias, 9, IcaraA� a�� NiterA?i. Tel.: 21 3674-7512, a partir de 14h)

 

Ingressos: R$ 10, com meia-entrada para estudantes e pessoas com mais de 60 anos

ClassificaA�A?o etA?ria: livre

 d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);}

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.