Música sinfônicaNotíciaProgramaçãoRio de Janeiro

Berlioz e Tchaikovsky na manhã do Municipal

anafranil buy online Orquestra Sinfônica do TMRJ se apresenta no segundo concerto da série Trajetórias Order .

 

O Theatro Municipal do Rio de Janeiro dá prosseguimento à série Trajetórias, projeto com a curadoria do maestro Isaac Karabtchevsky, presidente da Fundação Teatro Municipal. No segundo concerto, dia 29 de março, a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal finax price in india irá executar um repertório vibrante: a festiva Abertura Carnaval Romano, de Hector Berlioz, e a famosa Sinfonia nº 5, de Piotr Tchaikovsky. A regência caberá ao maestro argentino Javier Logioia.

A série é apresentada sempre aos domingos, às 11h30, com ingressos a R$ 10. Os concertos e espetáculos de dança programados abarcam um amplo espectro de estilos e têm duração média de 60 minutos. A primeira apresentação ocorreu em 22 de março.

Sobre o programa

Abertura Carnaval Romano, Op. 9 Pills – Peça extraída da ópera Purchase Benvenutto Cellini, de Hector Berlioz, que foi um fracasso monumental e teve somente três récitas em Paris, em 1838. No entanto, o compositor adaptou um dueto vocal e uma cena de Carnaval para uma nova peça orquestral, que estreou em 1844 na Sala Herz, em Paris, e obteve sucesso imediato. Consta que, por insistência do público, a obra foi tocada duas vezes. Especialistas indicam que essa grande popularidade se deve à combinação de lirismo e vivacidade que a caracterizam, assim como a apurada técnica de orquestração, uma qualidade frequentemente associada a Berlioz. A alusão a festividades populares transparece na utilização de instrumentos de percussão como os tamborins, os címbalos e o triângulo, aliados a um ritmo contagiante de saltarello, uma dança popular italiana com raízes na Idade Média.

Sinfonia nº 5 em mi menor, Op. 64 – Composta por Tchaikovsky e estreada em 1888, em São Petersburgo, sob a regência do próprio autor, a Quinta Sinfonia possui um tema principal recorrente nos seus quatro movimentos, que alinhava a obra conferindo-lhe unidade. Nesta obra, a presença do elemento russo é notória, mas não se trata, porém, de releituras melódicas da música tradicional da Rússia. Esta é uma das mais conhecidas peças de Tchaikovsky. Seu enorme sucesso é atribuído ao caráter de estimular e, ao mesmo tempo, enternecer o público, e seu impacto nos espectadores é comparável ao provocado pela Nona Sinfonia, de Beethoven, e pela Sinfonia do Novo Mundo, de Dvorák.

 
Cheap

SERVIÇO: quick ship viagra

http://petroguia.com.br/cheap-roxithromycin/ Série Trajetórias – 2º concerto

Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Javier Logioia, regência

 

29 de março, domingo, às 11h30

Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Praça Floriano, s/nº, Centro. Tel.: 21 2332-9191)

 

Programa:

Hector Berlioz – Abertura Carnaval Romano, Op. 9

Piotr Tchaikovsky – Sinfonia Nº 5 em mi menor, Op. 64

 

Ingressos a R$ 10, à venda na bilheteria ou no site Ingresso.com.

Classificação etária: livre

Duração: 60 minutos

Mesmo na sessão matinal não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camiseta sem manga e chinelos, exceto para crianças até 10 anos.

}document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);

Leave a Response

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.