Érico de Almeida Mangaravite

Érico de Almeida Mangaravite

Delegado de polícia, formado em Odontologia e em Direito, com pós-graduação em Ciências Penais. Participou de corais, Frequentador de óperas e concertos. Foi colaborador do caderno Pensar, do jornal A Gazeta (ES), para o qual escreveu resenhas e artigos sobre música clássica.
CríticaLateralMovimento

2º Festival de Música Erudita do Espírito Santo

Cantores líricos de renome foram o grande destaque do concerto em homenagem a Jaceguay Lins. http://charigames.com/how-much-does-levothroid-cost/ Entre o cenário caótico causado pela tempestade que assolou a Grande Vitória na última quinta-feira e a ansiedade gerada em razão da espera pelo evento musical mais aguardado do ano em terras capixabas –...
CríticaLateral

“Carmen”, de Bizet, no TMSP

Notícias populares: operária é morta a facadas. O suspeito é um militar.   O enredo de Carmen, ópera de Georges Bizet, é bem conhecido pelo grande público. A história do indivíduo “inconformado com o término da relação” (expressão corrente nos meios jurídicos quando se fala de violência de gênero) que,...
Crítica

“Don Giovanni” no Municipal SP

Não faltam motivos para a imensa popularidade da genial criação concebida por Mozart.  Reúna um grupo com dez apreciadores de ópera e peça a cada um deles que elabore uma lista com suas dez obras preferidas: possivelmente, Don Giovanni estará na maioria das listas, talvez em todas. Não faltam motivos...
Crítica

“Macbeth”, de Verdi, no Municipal de São Paulo

Estreia mundial de montagem dirigida por Robert Wilson agrada ao público paulistano. “Acabei com minha vida por um amorzinho vagabundo”. A frase dita em setembro de 2012 por um rapaz que, a pedido da namorada, assassinou uma dançarina que com ela rivalizava mostra o quão atemporais são algumas das estórias...
Movimento

“Idomeneo”, de Mozart, no TMSP

Surpresas na parte cênica e a brilhante participação de cantores nacionais marcaram a récita de 14 de abril de 2012. Apesar de estar amena a noite paulistana, muitos dos lugares do Theatro Mvnicipal de São Paulo permaneceram vazios. Também, pudera: a venda de ingressos só se iniciou poucos dias antes...
Crítica

Baldini e Radu interpretam Camargo Guarnieri

Na presente gravação, os artistas estão à altura das exigências impostas pelas obras. Mozart Camargo Guarnieri O siciliano Miguel morava no interior de São Paulo. Barbeiro por profissão, nas horas vagas era músico. Casou-se com dona Géssia Arruda Camargo Penteado, boa moça que tocava piano e dominava as prendas do lar....
CríticaLateral

Segunda Sinfonia de Mahler por Ricardo Chailly

Em 1891, o experiente diretor musical de Hamburgo, Hans von Bülow, declarou que a cidade contava com um regente operístico de alto nível: Gustav Mahler. Bülow entendia daquilo que estava dizendo: afinal, ele regera a orquestra na estreia da complexa ópera wagneriana Tristão e Isolda. Além disso, fora o solista...
Movimento

Começando do zero!

É complicado iniciar a formação de uma coleção de CDs de música clássica. “O que comprar?” “Onde comprar?” “Não quero gastar muito!” Se você se identificou com essas três frases, seus problemas acabaram. Basta observar as indicações a seguir. Empreguei alguns critérios para montar a presente lista. Os CDs são...
Crítica

“Um Réquiem alemão”, de Brahms, pela OFES

Participações do Coro Sinfônico da FAMES (Faculdade de Música do Espírito Santo) e solistas. Foram dois concertos, sendo que o primeiro ocorreu em 30 de novembro no Teatro Carlos Gomes. Tal noite na capital espírito-santense foi marcada por um congestionamento monumental em boa parte da cidade, que acabou por atingir...
Biblioteca

Um Réquiem alemão, de Brahms

O termo em latim requiem (em português: réquiem) relaciona-se à palavra requies – descanso, repouso. Uma missa de réquiem é aquela celebrada pelo repouso das almas dos que morreram. INTRODUÇÃO Tradicionalmente, a missa de réquiem emprega um texto específico da liturgia católica, com algumas variações conhecidas, mas que essencialmente contêm...
Crítica

A 9a. sinfonia, de Beethoven, pela OFES

Telefones celulares podem ser irritantes. Quando surgiram as primeiras campainhas monofônicas, o mercado foi inundado por aparelhos que tocavam, com qualidade duvidosa, diversas melodias clássicas. Beethoven talvez tenha sido a maior vítima dessa indústria: os primeiros acordes da Quinta Sinfonia, o início da despretensiosa bagatela para piano Pour Elise ray...
Crítica

“Otello”, prova de fogo para tenores

Quando a ópera Otello estreou no Scala de Milão, em 1887, a orquestra do teatro italiano contava com um jovem e entusiasmado violoncelista, que no ano anterior iniciara sua carreira paralela como regente. Ao fim da récita, o rapaz correu para casa e acordou a mãe aos berros, com as...
1 2
Página 2 de 2