LateralMinas GeraisMúsica coralProgramação

Ars Nova – Banquete de Vozes do Natal

Apresentações comemorativas dos 60 anos do coro serão realizadas em três datas e locais da capital mineira, com entrada gratuita.

Pelo terceiro ano consecutivo, o Ars Nova-Coral da UFMG convida todas e todos para o Banquete de Vozes do Natal. A celebração da tradição, neste ano, é dupla: além da festividade natalina, o coro comemora também seus 60 anos de fundação.

O Banquete será servido nos dias 16, 18 e 19 de dezembro, respectivamente no Auditório da Reitoria da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), na Igreja da Boa Viagem e no Museu Inimá de Paula, sempre às 19h30, com entrada gratuita.

No cardápio, estão peças corais a cappella ou acompanhadas por músicos Escola de Música da UFMG, indo desde clássicos da música coral até composições natalinas brasileiras, com direto a obras ainda inéditas no país e participação de ex-coristas. Criada em 2017, a série Banquete de Vozes do Natal se inspira nas emoções compartilhadas, na fartura da bondade e na mesa posta para dividir, através da união, da ousadia e da alegria do canto em conjunto.

A edição deste ano também evoca, segundo o maestro Lincoln Andrade, a manutenção da tradição, a força da renovação e a luta pela preservação da memória: “Nossos concertos de Natal, ao propiciarem um momento de comunhão com a sociedade, vão enfatizar a história do grupo e suas relações de pertencimento com a comunidade universitária, a cidade de Belo Horizonte e o povo mineiro”.

 

A entrada do Banquete é uma obra de Mozart, Vesperae Solennes de Dominica, composta em 1779 para coro, solistas e orquestra de câmara. Além dessa composição, o Ars Nova executará outras peças de forte sentimento religioso. Em estreia no Brasil, Alleluia, de Eric Whitacre, explora a força desta palavra litúrgica, enquanto Which was the Son of, de Arvo Pärt, remonta a linhagem de Jesus Cristo. O líder Martin Luther King é evocado pela canção MLK, do U2, interpretada como uma canção de ninar.

O repertório segue com duas canções brasileiras com um toque de mineiridade. Cadê o Boi? é assinada pelo compositor do Clube da Esquina Tavinho Moura e por Luiz Gonzaga Jr., o Gonzaguinha. Linda Estrela, do mineiro Nélson Salomé, se inspira em manifestações da cultura popular regional. A segunda estreia nacional da noite é O Holy Night, composta por Adolphe Charles Adams para coro, 4 trompas, fagote e piano, destinada especialmente para a celebração natalina.

De sobremesa, fechando os concertos, o Ars Nova chama ao palco alguns de seus ex-coristas para entoar canções consagradas do repertório do coro ao longo destes 60 anos: Exsultate Deo, de Allessandro Scarlatti, e Hodie Christus natus est e Dona Nobis, do compositor e maestro Carlos Alberto Pinto Fonseca, que esteve à frente do coro por 41 anos.


Ars Nova sexagenário

Neste ano, o Ars Nova-Coral da UFMG comemora 6 décadas desde sua fundação. Criado como um grupo independente de música vocal, em 1959, logo o coro foi integrado à União Estadual dos Estudantes e, em 1964, passou a ser corpo artístico da UFMG. Ao longo de sua história, o Ars Nova realizou mais de 1.500 apresentações nos mais diversos palcos e consolidou-se como referência na área de canto coral no Brasil e no exterior. O grupo apresentou seu vasto repertório em 17 países, conquistou inúmeros prêmios e condecorações e incentivou a formação de cantores, regentes e coros.

Atualmente, sob direção artística do maestro Lincoln Andrade, o Ars Nova tem se apresentado em Belo Horizonte e outras cidades de Minas e do Brasil, além de realizar estreias brasileiras de diversas obras contemporâneas. Ao longo de todo o ano de 2019, os concertos do coro trouxeram detalhes que remetem à sua história, em comemoração ao aniversário do grupo. Regente Assistente Riane Menezes e Pianista Correpetidor César Augusto.

 

PROGRAMA

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791)
Vesperae Solennes de Dominica

Eric Whitacre (1970)
Alleluia

Arvo Pärt (1935)
Which was the son of

U2
MLK
Arranjo de Bob Chilcott

Tavinho Moura (1947) e Luiz Gonzaga Jr. (1945-1991)
Cadê o Boi?
Arranjo de Lincoln Andrade

Nélson Salomé (1950)
Linda Estrela

Adolphe Charles Adam (1950)
O Holy Night
Arranjo de Lincoln Andrade

Antonio Sacarlatti (1659-1752)
Exsultate Deo

Carlos Alberto Pinto Fonseca (1933-2006)
Hodie Christus natus est

Carlos Alberto Pinto Fonseca (1933-2006)
Dona Nobis

 

CORAL

Sopranos

Amanda Moreira
Ariel Castilho
Carolina Claret
Letícia Muniz
Mariana Piuzana*
Yangmei Hon

Altos

Aline Magalhães
Lúcia Alves Melo*
Mariana Redd
Sávio Fàschét
Sônia Apcon

Tenores

Gustavo Piffer
Hendrigo del Freitas
Jordane Moraes
Messias de Oliveira*
Og Martins

Baixos

Carlos Morais
Dayvid Lucyan
Giancarlos de Souza*
Jonas Stoffel
Samuel Goetz

*Chefes de naipe
**Cantores convidados

 

 

 

SERVIÇO

 

Ars Nova – Coral da UFMG Banquete de Vozes do Natal

 

Dia 16 de dezembro, segunda-feira, às 19:30h  

Auditório da Reitoria UFMG (Av. Reitor Mendes Pimentel – Campus Pampulha – BH)

 

Dia 18 de dezembro, quarta-feira, às 19:30h

Igreja da Boa Viagem (Rua Sergipe, 175 – Boa Viagem – BH)

 

Dia 19 de dezembro, quinta-feira, às 19:30h

Museu Inimá de Paula (Rua da Bahia, 1201 – Centro – BH)

 

Entrada franca em todos os eventos

 

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.