AmazonasÓperaProgramação

“Adriana Lecouvreur” encerra Festival Amazonas de A�pera

Estrelada por Daniella Carvalho, Denise de Freitas e Juremir Vieira, montagem sobe A� cena nos dias 27, 29 e 31 de maio.

 

Adriana ama Maurizio, que tambA�m A� amado pela Princesa de Bouillon. No entanto, Maurizio descobre que ama mesmo A� Adriana. A histA?ria pode parecer uma trama de adolescentes, mas A� o tema principal da A?pera Adriana Lecouvreur, que serA? apresentada pela primeira vez em Manaus no 19A? Festival Amazonas de A�pera. A montagem ocupa o palco do Teatro Amazonas nos dias 27, 29 e 31 de maio, A�s 20h.

Daniella Carvalho, Denise de Freitas e Juremir Vieira interpretam Adriana, a Princesa e Maurizio, respectivamente. A encenaA�A?o tem direA�A?o cA?nica de AndrA� Heller-Lopes e remontagem de Edison Vigil, cenA?rios de Renato Theobaldo, figurinos de FA?bio Namatame e iluminaA�A?o de Pills FA?bio Retti.

Composta pelo italiano Francesco CilA?a e com libreto de Arturo Colautti, a obra retrata a vida de uma das mais famosas atrizes da ComA�dia Francesa: Adrienne Lecouvreur, que viveu de 1692 a 1730. Apaixonada por Maurizio, Conde da SaxA?nia, Adriana A� invejada pela Princesa de Bouillon, que se vinga do casal, matando-a com um buquA? de violetas envenenadas.

Dividida em quatro atos, a A?pera estreou em MilA?o, na ItA?lia, em 6 de novembro de 1902. Encenada no Brasil pela A?ltima vez em 1964, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, a montagem A� realizada em parceria com o Theatro SA?o Pedro, de SA?o Paulo e serA? executada por Cheap Amazonas FilarmA?nica e Coral do Amazonas, sob a regA?ncia e direA�A?o musical de online Luiz Fernando Malheiro. Completam o elenco os cantores Johnny FranA�a, Gustavo Lassen, Daniel Umbelino Pills , Carol Martins, Thalita Azevedo, Fabiano Cardoso, Rafael Lima e Joubert Coelho.

Malheiro a�� regente titular da Amazonas FilarmA?nica e tambA�m diretor artA�stico do Festival Amazonas de A�pera a�� destaca que a parceria entre as duas instituiA�A�es A� singular, jA? que o trabalho entre as duas casas de estados diferentes A� extremamente difA�cil de se realizar: “Sempre existem vA?rios fatores que dificultam a parceria entre as instituiA�A�es culturais de diferentes lugares. No Brasil, a parceria entre Manaus e SA?o Paulo serA? a primeira do tipo. A� uma porta importantA�ssima que se abre para futuras parcerias e colaboraA�A�es culturais”.

 

A peA�a

Adriana Lecouvreur foi composta em um perA�odo especial da mA?sica erudita. Entre o final do sA�culo 19 e o inA�cio do 20, a Europa fervilhava com novos estilos de fazer mA?sica. “Durante esse perA�odo, havia na ItA?lia um grupo chamado Os Descabelados, que admirava a A?pera alemA?, principalmente Richard Wagner. Carlos Gomes fazia parte desse grupo, influenciando principalmente a A?pera italiana no sA�culo 20. CilA?a foi muito influenciado por Carlos Gomes nesse perA�odo, que A� comumente chamado de verismo, em que a vida real A� mais importante que as obras mA�ticas. A� o caso de Cavalleria Rusticana, de Mascagni, uma das obras que jA? apresentamos no Festival de A�pera. A� nesse perA�odo que surge Adriana Lecouvreur, trazendo a histA?ria real da atriz francesa, marcando a histA?ria da mA?sica italiana” online , observa Malheiro.

 

A importA?ncia da obra

O maestroA�ressalta que a missA?o do Festival Amazonas de A�pera sempre foi explorar um repertA?rio que, na maioria das vezes, A� ignorado nas casas de A?pera do paA�s. “Se vocA? observar, sempre sA?o as mesmas obras, com um repertA?rio bastante limitado. No nosso Festival, nos permitimos executar obras conhecidA�ssimas no mundo, mas desconhecidas aqui, como cafergot tablets for sale Fosca, Condor Order e O Guarani, de Carlos Gomes, e Poranduba, de Edmundo Villani-CA?rtes, alA�m da primeira montagem de O Anel do Nibelungo, de Richard Wagner. Tivemos tambA�m A?peras encomendadas, como Onheama, de JoA?o Guilherme Ripper, baseada na obra de Max Carpenthier, que inclusive foi apresentada em Portugal neste ano. Adriana Lecouvreur e MA�dA�e, que foi apresentada no comeA�o da ediA�A?o deste ano, juntam-se ao repertA?rio histA?rico do Festival Amazonas de A�pera, reafirmando a nossa missA?o e o nosso objetivo cultural”, finaliza.

Foto: Heloisa Bortz

 
viagra immediate delivery

SERVIA�O:

 

“Adriana Lecouvreur”, A?pera de F. CilA?a, no 19A? Festival Amazonas de A�pera

 

27, 29 e 31 de maio, A�s 20h

Teatro Amazonas (R. 10 de Julho, s/n, Centro a�� Manaus. Tel.: 92 3622-1880)

 

Ingressos: de R$ 5 a R$ 50, com meia-entrada para estudantes e terceira idade

A� venda na bilheteria ou pelo site BestSeat.com.br

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.